conto erótico bullet
16 maio 2019

Conto Erótico: Orgasmo em 12 cliques

Esse conto erótico retrata uma história real vivida por um casal do ysos (Fábio e Leila*) que gentilmente nos enviou o relato.

A compra do presente

Por ser um homem de negócios, Fábio está sempre em viagem.

Com essa vida constante na estrada, em cada ponto do Brasil onde Fábio para, sempre dá um jeito de comprar um presente picante pra mim para curtirmos na sua volta!

Meu marido é um homem comum, moreno, meio calvo, com sua barriguinha de chopp e uma barba sempre muito bem feita.

Fábio não é modelo. Ele tem 1,75m, 45 anos, olhos castanhos, pernas grossas, braços fortes, peito peludo e um dote sempre marcado nas calças que usa.

Fábio chama mesmo a atenção pelo lindo sorriso e cordialidade.

Eu sou bancária, tenho 38 anos, sou branca e tenho 1,65m.

Sou elogiada por minhas coxas grossas, meu quadril largo e seios fartos! Estou sempre com um sorriso no rosto e minhas covinhas deixam as pessoas encantadas.

Desde que nos casamos, há 10 anos, sempre tivemos uma química muito boa na cama.

Minha curiosidade nos fez encontrar o meio liberal e iniciar nossas idas às casas de swing.

Somos livres e liberais. Fábio ama receber os relatos dos encontros que faço enquanto ele viaja.

Faço questão de mandar pro meu maridão minhas conversas com os garanhões…

Quando consigo marcar encontros com singles sérios e em que me sinto segura, filmo meus parceiros comigo como presente para meu marido cuckold. Meu corninho pira de tesão.

A entrega e a surpresa

Passando no Rio de Janeiro meu maridinho conseguiu um tempo para ir à um sexshop e me trouxe um bullet sem fio.

Fazia tempo que eu queria experimentar um desses dentro de mim. E esse era especial.

O bullet que ele me trouxe tinha controle remoto. Ou seja, ele poderia me ver colocando em mim, mas ele quem controlaria a intensidade!

Você já deve imaginar o quanto eu fiquei feliz com o presente, né?

Pois bem, de tão feliz decidi que ele usaria primeiro comigo. Só depois dele aprovar o brinquedo eu usaria com algum garanhão.

Meu corninho me fez uma surpresa e eu preparei uma pra ele…

Nosso primeiro teste

Como de costume, fomos à uma casa de swing de nossa cidade para comemorar a volta de Fábio.

Levei meu bullet e o controle remoto na bolsa sem que ele visse.

Chegando lá, tomamos uns drinks, conversamos com algumas pessoas e observamos alguns casais se divertindo. O clima esquentou.

Fui ao toalete com o pretexto de retocar minha maquiagem.

No box, inseri o bullet em minha vagina, deixando pra fora apenas a cordinha da ponta para depois poder puxá-lo de volta.

Voltei ao bar, onde Fábio me esperava com um super volume marcado em sua calça, de tão excitado que estava ao observar um casal que trocava carícias na mesa ao lado.

Enquanto lhe dava um beijo caloroso, discretamente entreguei o controle do bullet em sua mão. Ele sorriu. Dei uma piscadinha e fui em direção à mesa do casal conversar um pouco…

No próximo conto detalharei o que aprontamos e a continuidade da surpresa que preparei pro Fábio.

Gostou desse nosso conto? Comente aqui pra eu saber!

———————————–

Quer nos contar sua história também e excitar milhares de leitores? Envie seu conto erótico para nós!

Ainda não baixou o ysos? Baixe agora!

*Nomes fictícios para preservar a identidade do casal

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *