Corninho gosta de assistir
27 jan 2021

O corninho que ficou assistindo eu comer a esposa

Nem todo mundo gosta do nome corninho. Tem casais cuckold que acham que corno está ligado diretamente com traição. No ysos há casais que gostam do termo e neste caso foi isso. Hoje vou contar-lhes uma experiência que tive, que foi sensacional com um casal que conheci em um sexshop!

Tudo começou quando estava em um sexshop comprando algumas coisinhas para minhas experiências sexuais e um casal que estava olhando alguns produtos chegou até mim e começou a puxar papo.

Quando olhei aquela esposa do cara meu pau ficou duro na hora. Ela tem 1,80m, loira de olhos castanho e se chama Clara. Estava ela com uma calça legging e uma blusa de academia marcando seus peitos que estavam bem durinhos.

O esposo tem 1,85, bem forte, moreno claro, olhos pretos, cabelo bem curtinho, se chama Leonardo e estava vestido com um sport-social, calça jeans, e uma camisa social, com um sapatênis branco. Eu tenho 1,78m, sou moreno claro, olhos pretos e também cabelos bem curtos e me chamo Carlos.

Eu me encontrava na sessão de algemas, procurando uma para minha próxima experiência sexual quando eles chegaram e me perguntaram qual eu usava e qual seria melhor para segurar uma pessoa. Indiquei uma que gosto bastante, eles olharam, cochicharam no ouvido um do outro e o esposo me fez então a proposta!

Eles me chamaram para jantar e nos conhecermos mais. Aceitei o convite e então combinamos de ir num restaurante japonês no sábado a noite! No dia em questão, me preparei todo para irmos ao restaurante, o Leo me mandou mensagem dizendo que já estavam chegando e que tinham reservado uma mesa para nos três.

Fui para o restaurante, cheguei e dei meu nome e me encaminharam para uma sala reservada. Cheguei na sala e antes de entrar tirei os sapatos seguindo as regras do local.

Quando entrei a Clara e o Leo estavam em volta de uma mesa com alguns pratos já trazidos, entrei e a porta se fechou, percebi que a porta foi trancada. O Leo veio até mim, me cumprimentou e me levou até a Clara. Nossa! Eu olhei aquela mulher e que delícia que ela estava!

Ela vestia um vestido vermelho bem curtinho e na parte da frente era bem apertado mostrando como eram grandes aqueles peitos, cumprimentei e ela me chamou para sentar próximo dela e o Leo ficou do outro lado da mesa.

Começamos a conversar sobre vários assuntos, comíamos e bebíamos, até que a Clara começou a falar de experiências que tinha com seu esposo. Ela começou a passar a mão na minha perna e meu pau já ficou duro!

Então ela fez a proposta! De que eu trepasse com ela ali na frente do esposo. Não era em casa e nem no motel. Era ali mesmo!

No primeiro momento me assustei, mas aceitei a proposta! Ela disse que só teria uma condição! De que eu trepasse com ela e o esposo ficasse olhando algemado. Eles tiveram esse fetiche quando me viram comprando a algema e ela disse que ficou molhada na hora querendo me dar ali na loja mesmo na frente do esposo, mas que estávamos ali e teríamos toda discrição já que aquela sala eles sempre usavam pois, era uma sala reservada!

Foi então que começamos a nos beijar, ela veio até mim, subiu no meu colo e me beijou… coloquei a mão na bunda dela e passava a mão por toda aquela extensão de bunda, que delícia que era aquele corpo. Ela subiu minhas mão para os peitos dela, comecei a apertá-los e ela gemia bem baixinho.

Foi então que ela tirou minha camisa, me lambeu, foi descendo e começou a me chupar! Olhei pra frente e vi que o esposo estava se deliciando com a cena que ele via. Ele passava a mão no seu pau e apertava, ela olhou e viu a cena do esposo fazendo isso, levantou e pegou uma algema que estava na bolsa e prendeu uma das mãos do esposo, voltou até mim, me levantou, prendeu seu cabelo, e começou a tirar minhas calças.

Meu pau que já estava completamente duro e ela, de joelhos de costas pro esposo, passava a mão do lado do meu corpo, começou a tirar minha cueca, meu pau saltou pra fora, ela passou a língua na boca e me disse que pau gostoso, quero chupar ele todo!

Ela então colocou meu pau todo na boca e começou a chupar, que delícia de chupada que a Clara tem! Me chupava sem parar! Eu olhei pro esposo e vi que ele estava com muito tesão assim como eu, que estava sentindo aquela boca chupando meu pau.

Quando parou de chupar, ela se deitou no chão próximo ao esposo e disse que agora queria sentir eu chupando ela. Virei ela de costas, abaixei o zíper do vestido, virei ela de frente novamente tirando o vestido bem devagar e comecei a chupar aqueles peitos que estavam bem duros e excitados. Aqueles bicos dos peitos dela saltavam, cada passada de língua que dava nela ela gemia.

Se contorcendo, me pediu pra chupar sua buceta, fui tirando o vestido mais pra baixo, ela vestia uma calcinha fio dental de seda, passei a mão naquela buceta gostosa dela, ela gemia e falava pro esposo, é assim que quero sentir seu corninho! Cheirei a calcinha dela, abaixei e coloquei a calcinha de lado e comecei a chupar aquela buceta que já estava toda molhada!

Enfiava a língua e ela se contorcia toda e falava corninho, aprende com ele como se faz! Chupei ela por uns minutos e ela gemia muito pediu então que eu comesse ela. Olhei para o corninho e ele me disse come ela gostoso, quero ver tudo! Ele ainda estava preso com uma das mãos, foi então que a Clara se levantou e começou a tirar a roupa do marido, levantando sua camisa e puxando suas calças deixando ele nu. Foi na bolsa, pegou outra algema e prendeu a outra mão do corninho!

Veio até mim e disse que era minha agora completamente, que era dono dela e o corninho nada mais poderia fazer. Estava sentado no chão ela veio e montou em cima de mim, comecei a chupar seus peitos, meu pau continuava rígido, ela disse que queria ser fodida bem gostoso, pegou uma camisinha, colocou no meu pau e deitou próximo ao corninho, e disse pra mim: me fode gostoso pra esse corno ver como se faz!

Coloquei meu pau naquela buceta molhada de tesão e comecei a enfiar meu pau nela, ela gemia muito, olhei pra frente e vi o corninho sentindo muito prazer de como eu comia sua esposa. A Clara pediu pra comer ela de quarto, queria olhar seu corninho nos olhos enquanto era fodida por mim.

Ela ficou de quarto, chupei mais um pouco aquela buceta gostosa dela, e coloquei meu pau, ela gemia a cada bombada e repetia para o corninho, aprende como se faz, é assim que se faz! Transamos por alguns minutos e ela disse que queria leitinho na sua boca, então me levantei ela ficou de frente para o corninho que já estava em êxtase de ver eu comendo sua esposa, a Clara veio ficou de joelhos e começou a chupar meu pau e pedindo leitinho na sua boca.

Bateu uma punheta gostosa pra mim, fiz sinal que ia gozar ela abriu a boca e sentiu meu leitinho quente naquela boca dela!

Nos limpamos, ela deixou o corninho preso ainda, veio até mim, nos beijamos, nos acariciamos mais um pouco e o corninho vendo tudo sem poder fazer nada, nos trocamos então, e aí sim ela soltou o corninho, ele agradeceu por eu ter proporcionado aquela experiência para eles, terminamos nosso jantar e combinamos um novo encontro, uma outra oportunidade de eu comer essa gostosa que a Clara é!

Carlos tem perfil no ysos e se diverte conhecendo casais e singles. Baixe você também o app para interagir e conhecer pessoas liberais.

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *