Dicas

Nosso passivo: carinha do app deu conta de nós dois

Nosso passivo chegou na nossa vida de um jeito inusitado… Somos casados há três anos eu Matheus e o Fabio, nos conhecemos em uma boate cerca de seis anos atrás e que delícia que foi aquela noite. O Fabio tem um beijo fantástico! Ele é um homem muito gostoso eu sou apaixonado nesse homem desde o dia que ficamos pela primeira vez na boate!

Eu e Fabio sempre gostamos de sair e conhecer pessoas nas nossas farras. Frequentamos saunas e sex clubs para encontrar novos amigos e trepar muito! Como nós dois nos identificamos mais sendo ativos, às vezes temos nossas discussões pra definir quem vai comer quem.

O Fabio trabalha em uma assistência técnica que presta serviços para algumas empresas do ramo de informática e conversando com os amigos técnicos um deles comentou que tinha conhecido o ysos em suas pesquisas. O Fabio ficou curioso e fez questão de me contar sobre o app de encontros para singles e casais!

Baixamos o app e criamos nosso perfil. Colocamos nossas preferências e no dia seguinte de manhã um perfil nos curtiu e pediu para ver nossas fotos. Aceitamos e pedimos para ver as dele. Ele liberou e gostamos do macho gostoso que estávamos vendo nas fotos! Começamos uma conversa e fomos curtindo o papo dele, era exatamente o que procurávamos! Ele adorava ser comido por homens como nós e combinamos de irmos até um restaurante jantar para conhecermos melhor aquele cara e ver se realmente havia toda afinidade que tínhamos conversando no ysos!

No dia seguinte nos preparamos para a nossa saída a três. Estávamos para comemorar nosso aniversario de casamento então aquela era uma semana muito especial para nós!

Fomos ao restaurante e aguardamos o nosso passivo chegar. Após alguns minutos o vimos chegando à porta e veio até nós. Ele se apresentou como Marcos e nos apresentamos pra ele, eu Matheus e o Fabio, meu esposo! Conversamos bastante essa noite. Como estava dirigindo, resolvi não beber, mas o Fabio e o Marcos beberam tudo que tinham direito, ficamos excitados com as conversas que começamos a ter de nossas vivências e o Marcos contou um dia que foi comido por um casal igual nós. Ficamos mais excitados ainda e pedimos a conta para irmos para o motel.

Pagamos a conta e saímos em direção ao carro. No caminho Marcos fez de conta que ia amarrar o tênis só pra abaixar e deixar o rabo empinado pra nós. Fabio passou do lado dele e passou a mão na bunda dele. Ele me chamou pra se escorar em mim enquanto amarrava e ao ir subindo passou a mão no meu pau e deixou o rosto bem próximo ao meu pau. Colocamos o Marcos preso entre nós e o carro e ali demos nosso primeiro beijo. Nossas línguas estavam juntas num tesão gigante sentíamos o tesão dos três ali loucos para treparmos! 

Entramos no carro e fui indo em direção ao motel, enquanto conversamos no carro, foi ficando cada vez maior o tesão, não aguentávamos de tanta vontade de trepar, no caminho lembrei de uma praça que ficava no caminho para o motel, parei ali mesmo naquela praça em um lugar bem escuro!

O Marcos estava no banco de trás, pulamos eu e o Fabio para o banco traseiro, nos beijamos e as nossas mãos passavam em todo o corpo do Marcos que gemia cada vez mais de tesão, tiramos a roupa dele e ele gostou daquilo, seu olhos brilhavam! Ele estava animadíssimo e com o pau duro como pedra.

Primeiro ele tirou a roupa do Fabio que já estava louco para comer aquele rabo gostoso do Marcos, em um minuto o Fabio já estava pelado com aquela rola dura e rígida, coloquei a camisinha no meu marido enquanto o Marcos chupava meu pau, assim que ajeitei a camisinha o Fabio começou a comer aquele rabo do Marcos que a cada bombada do Fabio chupava meu pau com mais vontade e que delícia que estava aquela trepada ali naquela praça escura…

O Marcos gostou da rola gostosa do meu marido, mas ele queria a minha também no seu rabinho, o Fabio parou de bombar no seu cuzinho e disse que era para eu aproveitar também!

Coloquei a camisinha no meu pau, agora o Marcos iria sentar na minha rola, sentado no banco do carro o ajeitei bem gostoso para sentar na minha rola, ele sentou gostoso, pulou muito enquanto o Fabio batia uma punheta para ele que gritava de prazer a cada sentada, enquanto chupava o pau do Fabio! Gozamos ali mesmo naquela praça, que delícia que foi aquela trepada com o Marcos!

Era o que queríamos há muito tempo e ainda por cima comemoramos nosso aniversario de casamento da melhor forma!

Saímos da praça e fomos para o motel trepar mais e trepamos a noite toda. Gozamos várias vezes e o Marcos foi nosso passivo que deixou a gente fazer tudo que queríamos com ele, rolou até uma DP maravilhosa. Ele pedia pra enfiarmos cada vez com mais força! Esse gosta de uma rola mesmo! É nosso número esse nosso passivo!

Essa noite foi a melhor que tivemos e até hoje quando queremos comer um macho gostoso ou chamamos ele direto ou vamos no ysos pra conhecermos outros machos que gostam de dar pra casais de machos.

Se você quer ter alguém como o nosso passivo para se divertir, entre também no ysos!

Deixe um comentário