14 ago 2019

Encontro com casal: A experiência com Erika e Igor

Depois de ser flagrado repleto de tesão pela câmera do bar em meu encontro com casal e de instigarmos o barman, decidimos ir a um motel.

Estávamos muito animados e com o desejo à flor da pele. Eu queria aproveitar aquele encontro com casal de todas as maneiras que eu pudesse.

Na minha cabeça tinha dado muita sorte de ter encontrado um casal tão bacana no aplicativo e mais sorte ainda de termos conseguido marcar um encontro e tudo estar dando certo.

O sucesso desse encontro contaria muito a meu favor quando fosse conversar com os próximos casais no app.

Quando nos aproximamos do carro, Erika falou pro Igor: “Amor, você dirige… eu vou fazer companhia pro nosso amigo aqui no banco de trás”.

Na hora senti um calor e meu pau voltou a dar sinal de vida. Já estava eu de novo excitado, mas agora não precisava mais disfarçar. 

Igor assumiu a posição de motorista e Erika e eu nos sentamos e começamos a nos beijar.

Por alguns minutos Igor ficou nos assistindo. Tirou o pau pra fora e começou a alisá-lo. Ele gemia baixo. Aquilo deixava Erika louca.

Ela veio pra cima de mim, sentou no meu colo e começou a rebolar enquanto nos beijávamos. 

Coloquei as mãos em seus peitos e fui tentando abaixar as alças do vestido. Ela buscou meu pau com sua mão enquanto a outra mão tocava sua siririca. 

Ela retirou a mão da siririca bem meladinha, chamou Igor e mandou que ele lambesse. Quando ele lambeu ela disse: “Agora poderemos começar nossa festa. Toca pro motel!”

Igor colocou numa estação de rádio que tocava rock internacional e fomos ouvindo música boa e nos pegando até chegarmos no motel e estacionarmos na suíte escolhida. 

Erika fez Igor escolher uma suíte com hidromassagem. Ela mandava e ele obedecia. A cada ordem daquela deusa, ele se contorcia de tesão e era nítida sua satisfação quando ela lhe agradecia com carícias e beijos. 

Carro estacionado, divisória fechada pelo Igor. Descemos do carro. 

Erika tirou o vestido e deitou-se em cima do capô. Completamente nua. 

Minha ideia de encontro com casal estava para mudar

Eu só pensava “É o melhor encontro com casal que já tive até hoje!”.

Igor foi de um lado e eu do outro. Cada um começou a sugar um seio e acariciamos todo seu corpo. Ele então desceu para começar um sexo oral nela enquanto eu a beijava toda. 

Erika gemia, dizia que era nossa, que queria que a fizéssemos gozar gostoso, que se eu fosse um bom garanhão poderia sair com eles mais vezes. 

Os três já estavam sem roupa. Entramos no quarto. Igor foi deixar a hidromassagem enchendo e depois veio pra perto da cama, conosco. 

Erika ficou de 4 e empinou o bumbum me chamando pelo espelho para penetrá-la por trás. 

Não fiz cerimônia, coloquei a camisinha, peguei-a pela cintura, passei meu pau pela bucetinha dela, ela arrepiou. Pediu baixinho que eu colocasse tudo. Meti.

Ela gemeu alto. O marido veio ver o que estava acontecendo e ela disse: “Fique tranquilo amor. É que o pau dele é mais grosso do que eu esperava, mas tá uma delícia. Vem me dar de mamar.” 

Igor parou em sua frente, beijou-a, sussurrou algo em seu ouvido e depois ofereceu o pau para ela chupar. 

Estávamos os dois em sincronia dando prazer àquela mulher maravilhosa. Depois de alguns minutos ela pediu pra cavalgar no marido enquanto me chupava e então invertemos. 

Quando ela começou a se cansar, fomos para a banheira dar uma relaxada antes de continuarmos. 

A campainha do quarto tocou. 

Era o serviço de quarto que vinha trazer a Champagne que Igor havia pedido enquanto ligava a hidro. Ele havia sussurrado para Erika que tinha uma surpresa. Ela amou.

Ele nos serviu, brindamos e começamos a nos beijar, os 3. 

Quando percebi, estávamos os 3 nos alisando e entrando na banheira. Dentro d’agua a coisa começou a esquentar novamente. 

Nós dois alisávamos o corpo de Erika, ela o nosso e de repente o Igor também já estava pegando no meu pau. 

Era uma sensação diferente. Levei um susto mas Erika pegou minha mão e colocou no pau dele também. Fiquei parado, ela me beijou e disse no meu ouvido “quero ver meu garanhão comendo meu marido”

Saí da banheira, ele também e começou a se enxugar e foi em direção à cama. 

Ela ajoelhou e começou a me chupar olhando nos meus olhos, com um olhar que me dizia tudo.

Uma nova experiência deliciosa para mim

Ela foi até a cama comigo e começou a lamber o cu do marido. Ele gemia baixinho. De repente ela enfiou um dedo. Ele se curvou e arrepiou. Ela começou a gemer e a se tocar e se afastou. 

Eu me aproximei. Ele estava lisinho, depilado. Eu já tinha ficado de pau duro assistindo vídeos de pegging. Lembrei de algumas cenas e meu pau ficou uma tora. 

Coloquei a camisinha e meti. Comecei a meter nele e ela pedia para que eu socasse forte, para que eu metesse tudo. 

Ela deu a volta, deu um beijo demorado no marido e falou: “a porra é em mim!” e ordenou que quando eu fosse gozar a avisasse para gozar nos seios dela. 

Meti por mais alguns minutos enquanto ela se masturbava assistindo. 

Anunciei que estava quase na hora. 

Ela se ajoelhou à minha frente. Tirei o pau do cu dele, tirei a camisinha e comecei a me masturbar. Gozei.

Jorrei todo meu leite nos seios dela. O olhar de satisfação dessa mulher é algo que eu nunca tinha visto. 

Caí sentado na poltrona. Precisava respirar. Era o encontro com casal mais louco de toda minha vida. 

Foi então que ela chamou Igor: “Vem limpar meu puto” e fez com que ele lambesse seus seios e os deixasse sem nenhum vestígio de porra. 

Tomamos uma ducha, nos vestimos, entramos no carro e fomos embora. 

Eles me deixaram na rua do bar onde estávamos, onde havia deixado meu carro. 

Nos despedimos e prometemos que em breve teremos novos encontros. 

Gostou de como essa aventura se desenrolou e terminou? Deixe seus comentários! 

Tem situações gostosas assim que já aconteceram com você? Escreva e conte pra nós 😉

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *