Sexo no aeroporto
1 jun 2020

Sexo no aeroporto: a conexão de Fábio e Mariana!

Sim, sexo no aeroporto! Os leitores do ysos são incríveis e têm uma vida sexual muito agitada rs

Mariana e Fábio se conheceram durante uma conexão no aeroporto de Brasília e a atração foi magnética! Confira o relato delas.

“Foi tudo muito rápido! Foi uma rapidinha inesquecível.

Eu nunca achei que um dia faria uma coisa dessas. Estava no meio de uma correria insana de trabalho, com um calendário maluco de reuniões em diferentes cantos do país na mesma semana.

Logo, aeroportos e hotéis estavam sendo minha segunda casa.

Foi assim que aconteceu:

Enquanto esperava no aeroporto de Brasília pelo próximo vôo, sentei para ler as notícias no celular. Procurei um lugar com menos gente, pois estava muito cansado e não queria mais barulho ou papo com estranhos.

Achei uma fileira de cadeiras praticamente vazia. Só havia uma mulher em uma ponta. E que mulher! Ela era linda, bem vestida, classuda, sabe?

Aparentemente ela estava sozinha. Imaginei o corpaço que havia debaixo daqueles trajes chiques. Sentei na outra ponta e tentei me distrair para não ficar excitado. Ficaria muito marcado na calça social que usava.

Comecei a ler as notícias e a imagem daquela morena nua não saía da minha cabeça e eu ainda tinha horas pra esperar naquele lugar.

Resolvi que precisaria bater uma punheta no banheiro ali perto pra acalmar e me focar. Fui até o banheiro. Quando levantei ela me olhou, tentei disfarçar, pois meu pau já estava meia bomba.

Ela foi discreta. Olhou pra ele, encarou um pouco mas desviou o olhar em seguida. Acho que ela gostou. As mulheres costumam gostar bastante pois sou bem dotado. Mesmo mole meu pau chama atenção dependendo da roupa.

Sexo no aeroporto, cara! Aconteceu!

Fui caminhando em direção ao banheiro.

Comecei a imaginar que irado seria se eu comesse aquela morena ali no aeroporto, naqueles bancos mesmo, com todo mundo assistindo. Tive que tampar meu pau. Ficou duraço.

Olhei pra trás pra dar uma última espiada na morena antes de entrar no banheiro pra inspirar a punheta. Vai que quando eu volto ela não está mais lá, né?

Para minha surpresa, ela levanta e começa a andar. Achei que ia embora. Quando estou entrando no banheiro noto que ela vem em direção aos banheiros.

Por um segundo pensei: E se ela está afim de fazer sexo no aeroporto pra matar o tédio? Ia ser muito louco! Mas pensei ser besteira minha.

Enrolei um pouco antes de entrar e olhei pra ela. Ela fez um sinal com a cabeça para mim. Achei que ela ia querer conversar quando eu saísse do banheiro. Resolvi não bater punheta, queria atiçar ela com meu volume.

Ia só dar uma mijada e voltar de pau duro pra conseguir pegar o contato dela e quem sabe fazermos algo numa próxima vinda pra esses lados. E ia jogar um verde da ideia de sexo no aeroporto. Vai que cola…

Entrei no banheiro. Pau estralando. Fui mijar, com alguma dificuldade rs e ouço a porta do banheiro abrindo. Tentei dar uma ajeitada pra disfarçar o pau caso algum cara viesse mijar perto. Podia achar que eu estava procurando caras.

Quando termino e me viro, vejo a morena entrando correndo em um box e fazendo sinal pra mim. Corri na pia, lavei a cabeça do pau e entrei no box com ela.

Minha fantasia que nasceu há poucos minutos já ia ser realizada! Eu ia fazer sexo no aeroporto! Que tesão! O risco de ser pego me deixava louco. E se ela gemesse alto a hora que eu socasse nela? Será que ela conseguia não fazer escândalo com um pintão que nem o meu?

Só ia saber na hora… Resolvi arriscar!

Ao entrar no box ela me perguntou meu nome e disse que eu tinha mexido com ela, que estava há dias sem transar, voando de um lugar à outro trabalhando (ela era comissária) e que quando viu meu volume não aguentou de vontade.

Falei que me chamava Fábio, ela me deu o celular dela pra eu salvar meu contato e foi abrindo meu zíper. Que mamada que eu ganhei!

Ela se levantou rapidinho, colocou uma perna em cima do vaso e subiu o vestido. Meu pau estava babado da chupeta dela e eu coloquei a camisinha, lubrifiquei com minha saliva e enfiei devagarinho. Ela mordeu a mão pra não gemer alto e eu fui enfiando até entrar tudo.

Estava com muito tesão. Dei umas estocadas e ela falou que tínhamos que parar, antes que alguém entrasse.

Falei que tudo bem. Ela tinha meu contato e assim que eu voltasse pra cá a avisaria, pois queria meter no cuzinho dela também. Ela riu e disse que adoraria, que gostava de levar pau grande no cuzinho. Quase gozei rs

Ela se ajeitou, saiu devagarinho do box e depois correndo pela porta falando “ai meu Deus, entrei no banheiro errado!”. Eu fiquei rindo no box pensando que aquela não devia ser a primeira vez dela fazendo isso.

E isso me deu mais tesão. Bati uma punheta. Gozei litros. Queria que ela estivesse ali pra ver! Ela com certeza ia gostar.

Relaxei que nem vi o tempo passar… Foi a melhor conexão que já fiz! E agora ainda tenho uma história incrível de sexo no aeroporto pra contar pros meus amigos!”

E você? Tem histórias deliciosas que gostaria que todos conhecessem? Envie pra gente!

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *